Baixa Complexidade

 1. Coito programado

Estimula-se a ovulação com medicamentos, e acompanha-se o crescimento dos folículos ovarianos com o ultra-som transvaginal, e programa-se o dia e a hora da ovulação, orientando o momento da relação sexual do casal.Indicada para pacientes que tenham o aparelho genital normal com trompas e cavidade uterina normais, com o marido com espermograma normal e que a causa seja ovulatória

2. Inseminação intra- uterina

Estimula-se a ovulação com medicamentos, e acompanha-se o crescimento dos folículos ovarianos com o ultra-som transvaginal, espera-se que um número de no máximo 3 folículos atinjam a dimensão maior de 17mm, programa-se o dia e a hora da ovulação também com medicamentos, prepara-se o sêmen em laboratório, para capacitação deste, e deposita-se com um cateter próprio na cavidade uterina no horário programado. Quando o sêmen procede do marido chama-se Inseminação Artificial Homóloga e quando o sêmen é de doador chama-se Inseminação Artificial de Doador.Com a ICSI (Injeção intracitoplasmática do espermatozóide) diminuiu-se o número de inseminação com sêmen de doador.Indicações para Inseminação Artificial com o sêmen do parceiro:

a) Esterilidade Feminina:

Fator cervical: quando o problema está localizado no canal do colo uterino, como a resistência do muco cervical à passagem do sêmen.
Disfunção ovulatória: como pro exemplo nos casos se ovários policísticos. É necessário que a paciente seja jovem, abaixo dos 40 anos, que tenham as trompas livres e que não tenham endometriose de grau moderado ou severo.

b) Esterilidade Masculina:

Incapacidade para depositar o sêmen na vagina, com nos casos de hipospádia, disfunção erétil e também ejaculação retrógrada(quando o produto ejaculado retorna para a bexiga).
Oligoastenoteratozoospermia, com a concentração superior a 3 milhões, e a morfologia acima de 4%, segundo Kruger, após a capacitação do sêmen.

c) Esterilidade sem causa aparente.


Indicações para o uso de sêmen de doador:

a) Azoospermia secretora
b) Doenças genéticas graves do parceiro
c) Mulheres sem parceiro.

TAXAS DE SUCESSO:

A Inseminação Artificial tem taxa de sucesso entre 10 a 15% por ciclo e em 3 tentativas seguidas em torno de 30%.

 

confianca